Educadores e Instituições de Ensino

Elaborados especificamente para crianças e jovens

Os testes TOEFL YSS são considerados e são utilizados como eficazes Ferramentas de Gestão Pedagógica. Os Educadores e Instituições de Ensino obtêm os melhores resultados quando quebram o paradigma de usar os testes de proficiência TOEFL Primary e TOEFL Junior somente no final de um ciclo de ensino como, por exemplo, fim do FUND I ou do FUND II ou do E.M. e passam a usar essa poderosa Ferramenta para monitorar a eficácia de seu programa de ensino ao longo dos anos.

Em nossa experiência, as Instituições de Ensino conseguem, dessa forma, resultados melhores em um prazo menor e a um custo mais baixo. Com as informações precisas proporcionadas pelos testes TOEFL YSS é possível trabalhar diretamente, sem custos extras ou desperdícios, para reforçar os pontos fortes e melhorar as áreas que requerem atenção.

Tal prática pode impactar uma ou mais das alternativas abaixo:

    • escolha e utilização de material didático e paradidático mais apropriado;
    • utilização de recursos extras que efetivamente produzam resultados;
    • treinamento dirigido do corpo docente;
    • reconhecimento do trabalho do professor
    • motivação dos alunos e professores;
    • comprovação inquestionável da efetividade de boas práticas inovadoras
    • informação precisa e antecipada aos pais/responsáveis
    • outras.

Ferramenta de Gestão Pedagógica

Os testes TOEFL YSS, por suas características exclusivas, têm sido utilizados como uma robusta Ferramenta de Gestão Pedagógica que proporciona uma sensível melhoria no programa de ensino de inglês em um prazo curto e a um custo reduzido.

Como utilizar os testes TOEFL YSS como Ferramenta de Gestão Pedagógica

O primeiro passo é romper com o paradigma de aplicar o teste de proficiência somente no último ano ou nível de um ciclo de ensino, como o final do FUND I, ou final do FUND II ou do Ensino Médio. O velho paradigma, ainda muito utilizado, serve simplesmente como uma constatação que pode ser positiva ou não. Acaba se resumindo a uma das opções:

  1. “Sim, a maioria dos meus alunos conseguiu ‘passar’ no exame”; ou
  2. “Algo deu errado. A maioria dos meus alunos não ‘passou’.

A outra parte do paradigma a ser quebrado é que se oferece o teste de proficiência de maneira voluntária de modo que somente os alunos que têm facilidade ou conhecimento de inglês aceitam ser avaliados, já que os que sabem que não estão bem nem tentam. 

Esses paradigmas não ajudam a Instituição de Ensino a efetivamente analisar e melhorar seu programa de ensino continuamente. Satisfazem os alunos que, por qualquer razão, têm um bom inglês e frustram os demais.

Nossa proposta é usar o programa de avaliação TOEFL YSS para não só proporcionar aos estudantes um Certificado com o prestígio do exame TOEFL, mas, também, fornecer aos Educadores uma análise precisa da efetividade do Programa de Ensino em variadas fases e aspectos.

Os testes TOEFL Primary e TOEFL Junior, por suas características únicas, são particularmente eficazes para auxiliar as Instituições de Ensino a sintonizar seus programas de inglês.

Os passos para o uso efetivo dos testes TOEFL Primary e TOEFL Junior como Ferramentas de Gestão Pedagógica são:

  1. Determinar os níveis escolares mais importantes de seu Programa de Ensino para fazer aferições
  2. Determinar os níveis em que se aplicarão testes diagnósticos, quando os resultados das pontuações são exclusivos à Instituição de Ensino (Score Rosters), sem Score Reports ou Certificados para estudantes
  3. Determinar os níveis em que se aplicarão os testes completos proporcionando, além dos Score Rosters para a I.E., os Certificados e Score Reports para estudantes. Normalmente, no final de um ciclo de ensino.
  4. Avaliar todos os alunos dos níveis determinados, tanto para a versão Diagnóstico como para a versão Completa. Assim, garante-se uma estatística precisa e um retrato realista da eficácia do Aprendizado
  5. Usar as informações estatísticas dos testes TOEFL Primary e TOEFL Junior para fazer ajustes pontuais das áreas que precisam de atenção e reforçar os pontos fortes do Ensino. Assim, obtêm-se expressivas economias de tempo e recursos em diversas áreas como:
    1. Material Didático
    2. Material Paradidático
    3. Programas e atividades especiais
    4. Treinamento de professores que pode ser dirigido a temas relevantes em vez de uma abordagem geral
    5. Incentivo para que os próprios professores que se sobressaiam em determinadas áreas conduzam workshops com seus colegas

Testes Diagnósticos. Aplicados ao longo do Programa de Ensino

Teste Diagnósticos

Dispensa supervisão externa

Mantém o layout normal da sala de aula

Para estudantes: Prática e familiarização com o teste

Score Roster

Resultados dos testes consolidados por classe, turma e nível

Confidencial para a instituição de ensino

Auxilia no aprimoramento do programa de ensino

Gráficos

Confidencial para I.E.

Compara resultado com média nacional

Mede desvio padrão por aluno em relação aos seus colegas

Testes Completos normalmente aplicados ao final do ciclo de ensino

Teste Completo

Exige supervisão externa e layout da sala

Score Roster

Resultados dos testes consolidados por classe, turma e nível

Confidencial para a instituição de ensino

Auxilia no aprimoramento do programa de ensino

Gráficos

Confidencial para I.E.

Compara resultado com média nacional

Mede desvio padrão por aluno em relação aos seus colegas

Score Report & Certificado

Resultados individuais e certificados para I.E. passar para estudantes

Score report individual com pontuações CEFR, Lexile, classificação ETS

Ferramenta de Gestão Pedagógica usando UP Proficiency Practice Tests – PPT em vez dos testes Diagnósticos

Como alternativa aos testes Diagnósticos próprios dos testes TOEFL Junior a I.E. pode utilizar os PPT – Proficiency Practice Tests que simulam os testes originais e podem ser aplicados com mais flexibilidade.

Os PPT foram elaborados na Europa por educadores especializados seguindo critérios semelhantes aos testes originais. Proporcionam uma boa familiarização com o conteúdo dos testes TOEFL Junior e dão uma ideia bem aproximada da pontuação que seria alcançada no teste original.

Sua aplicação se faz através de computadores o que permite grande flexibilidade. Estudantes podem fazer o teste PPT em grupo em sua sala de aula ou em outros locais e, também, individualmente, mesmo em casa. Assim como acontece com os testes Diagnósticos, familiarizam-se com o tipo de questões, incluindo seu nível de dificuldade, dos testes TOEFL Junior e têm uma boa ideia da pontuação que conseguiriam. A única diferença significativa é o procedimento de aplicação já que no PPT sempre será na versão digital com maior flexibilidade.

A UP Language disponibiliza PPTs para praticamente todos os principais testes de proficiência dos mais variados idiomas em uso atualmente.

O Fim do “Achismo”

Os testes TOEFL YSS quebram a tradição das provas bimestrais, semestrais ou anuais que se baseiam em conteúdo específico: os pontos gramaticais, o vocabulário e os recursos da língua ensinados durante o período. Em vez disso, os testes TOEFL Junior® e TOEFL Junior® avaliam a capacidade de comunicação e o domínio da língua adquirido por estudantes.

Pode-se romper, assim, o que aqui nós estamos chamando de “achismo”. Situação em que “achamos” que, já que aprenderam, quando precisarem usar determinados conhecimentos em situações reais, estudantes o farão naturalmente. Nem sempre é assim. Muito do aprendizado de uma língua só se concretiza com prática intensiva.

As provas de conteúdo são excelentes para constatar que o aprendizado ocorreu, mas perdem eficácia para avaliar se, na prática, o conhecimento adquirido é lembrado e usado corretamente.

Com os testes TOEFL YSS, o corpo docente tem um retrato bem mais preciso do que cada estudante realmente absorveu e usa em sua comunicação. Menos “achismo” e mais certeza.   

Testes TOEFL Primary® (a partir dos 8 anos – Fund. I)

Os testes TOEFL Primary avaliam a capacidade de compreensão e resposta em inglês de crianças a partir dos 8 anos de idade em seu contexto típico. Destinam-se, primariamente, à faixa etária do FUND I, mas podem ser estendidos para idades um pouco maiores dependendo da maturidade das crianças e da abordagem do programa de ensino de inglês.

Uma vantagem adicional é que um mesmo teste cobre uma faixa de níveis de ensino. Nesta faixa, a pontuação, tanto por habilidade como geral, varia de acordo com o desempenho de cada estudante. Em vez de ser uma nota de 0 a 10 para cada prova com a possibilidade de reprovação, o teste TOEFL Primary classifica o conhecimento da pessoa testada em uma única escala, mostrando claramente sua posição de acordo com o tempo de estudo e aproveitamento. Parece com as medições de peso e altura que um pediatra faz ao acompanhar o crescimento da criança. 

Para a I.E., são um eficaz guia para o ensino de inglês. Para estudantes e responsáveis são uma garantia de qualidade do investimento na educação. Ajudam a destacar os pontos fortes e os desafios de cada estudante ou de todo o grupo proporcionando um eficaz monitoramento de aprendizado a cada ano escolar.